1º Concacau traz grandes expectativas para o fortalecimento da cacauicultura em Rondônia

Esse resgate da cultura do cacau em Rondônia tem sido intensificado nos últimos anos

O cacau já foi o grande atrativo da economia de Rondônia, quando, na década de 1980, passou de uma produção de 2.422 toneladas (1980) para uma produção de 40.460 (1985), em apenas cinco anos. A retomada da cultura pela Comissão Executiva  do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), com apoio da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO), em Rondônia nos últimos anos permitiu o fortalecimento da cultura, atraindo o interesse de produtores rurais familiares para o plantio de mudas clonais de alto rendimento. A realização do 1º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Cacau de Rondônia (Concacau) deverá dar um novo incentivo, elevando o cacau a uma das culturas de maior potencialidade no estado.

Dados do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE) apontam que em 2021, a expectativa de crescimento do cacau em Rondônia chegará próximo de 20% na produção, passando de cinco mil para cerca de seis mil toneladas. Essa projeção deve-se ao investimento que o governo rondoniense, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Emater-RO e Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) vem fazendo com a distribuição de mudas clonais e assistência técnica para manejo adequado, visando o fortalecimento da cultura no estado.

20210624 cacaumudas cacau itapu 1 768x480 1
Distribuição de mudas clonais e assistência técnica para manejo adequado

Esse resgate da cultura do cacau em Rondônia tem sido intensificado nos últimos anos com a introdução de novos clones com características mais propícias para a região amazônica. A rápida adaptação dessas mudas incentivou a implantação de novas lavouras no estado e, a exemplo do café, esse crescimento vem resultando em uma produção de qualidade e de grande potencialidade econômica, produtiva e competitiva nos principais mercados consumidores.

1º CONCACAU
A realização do 1º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Cacau de Rondônia (Concacau), incentivada pelo Governo de Rondônia, por meio da Seagri, Emater-RO e Idaron, em conjunto com parceiros como: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Rondônia (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Câmara Setorial do Cacau de Rondônia, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS), por meio do Núcleo Regional Noroeste, será de grande importância para a consolidação da cacauicultura no estado.

Serão R$ 23.100,00 em prêmios e poderão participar do concurso produtores que produzirem lotes de cacau (Theobroma cacao) em terras do estado de Rondônia, na safra de 2021.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 20 de agosto, quando espera-se um número considerável de competidores de qualidade, mostrando que o cacau, além de ser um excelente repositor florestal é uma cultura que gera matéria prima para agroindústria agregando valores através de processamento de um leque de produtos que vai desde sucos, chocolates, licores, geléias, além da comercialização de amêndoas para grandes indústrias.

Faça sua inscrição
Baixe o regulamento do 1º Concacau
Acesse aqui para mais informações sobre o 1º Concacau

Texto: Wania Ressutti – Comunicação EMATER

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui