Pagamento dos beneficiários pendentes do 4º lote do Programa AmpaRo está disponível

Os beneficiários do Programa de Transferência de Renda Temporária (AmpaRO) que fazem parte da Lista de Habilitados do 4º lote, já podem fazer a consulta do pagamento no aplicativo “Caixa Tem”, referente aos meses de julho, agosto, setembro, outubro e novembro que está disponível a partir desta sexta-feira (20). Esses beneficiários são aqueles que tiveram problemas com a abertura de contas nos lotes anteriores e que fizeram a correção dos dados no sistema. Dessa forma, todos aqueles nomes que fazem parte da lista do 4º lote que estavam com pendências vão receber os pagamentos de uma única vez.

1º ACESSO NO CAIXA TEM
Os beneficiários do 4º lote vão poder acessar os pagamentos, através do aplicativo Caixa Tem, criado pela Caixa Econômica Federal. Através do aplicativo é possível realizar pagamentos de boletos, transações, transferências bancárias ou compras. Para sacar o recurso no caixa eletrônico basta apenas levar o código gerado no aplicativo “Caixa Tem”.

COMO USAR O CAIXA TEM:
O aplicativo pode ser baixado de forma gratuita nas lojas virtuais Play Store (celulares Android) e Apple Store (IOs). Após baixar o Caixa Tem, o usuário irá acessar com o CPF e criar uma conta na hora (só poderão acessar aqueles que possuem uma conta na Caixa aberta pelo Estado).

Para acessar as informações da conta, fazer pagamentos ou transferências pelo aplicativo, o usuário deve colocar a senha de acesso e aguardar um SMS com o código, para confirmar a identificação. Após a confirmação, é só utilizar os serviços.

O passo a passo para acessar o aplicativo está disponível no site da Caixa Econômica: https://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/caixatem/paginas/default.aspx

Em caso de dúvidas ou dificuldades para acessar o Caixa Tem é importante que o usuário vá até uma agência da Caixa Econômica portando os documentos de identificação com foto e máscara de proteção individual.

SOBRE O PROGRAMA
O Programa AmpaRO foi criado pela Seas para beneficiar famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social, cadastradas no programa Bolsa Família e com renda per capta familiar declarada no Cadastro Único de até R$ 89. Essas famílias serão beneficiadas com um complemento de renda no valor de R$ 200 mensais até o mês de dezembro, data que encerra o programa.

Fonte:  ASSESSORIA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA