Gurgacz critica baixo preço pago pelo litro de leite a produtores de Rondônia

Em pronunciamento nesta quarta-feira (29), o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) manifestou apoio à mobilização dos produtores de leite de Rondônia insatisfeitos com o baixo preço pago pelo litro do produto. Segundo o senador, o valor pago pela indústria chegou a R$ 0,70 pelo litro, enquanto o preço médio nacional era R$ 1,40.

Gurgacz denunciou ainda que os órgãos de fiscalização não exigem das indústrias de beneficiamento e comércio de laticínios o cumprimento da Lei 12.669, oriunda do PLC 80/2011, que as obriga a informar aos produtores de leite o valor pago pelo litro do produto até o dia 25 do mês anterior à entrega.

De acordo com o senador, se esse dispositivo da lei for descumprido, as indústrias são obrigadas a pagar o maior preço praticado no mercado.

— Mas como isso não está acontecendo, temos de cobrar do Ministério da Agricultura uma ação efetiva no sentido de garantir o preço mínimo de leite aos produtores do estado de Rondônia, para que eles não trabalhem mais no vermelho, consigam pagar os custos de produção, ter lucro e uma vida digna no campo. São mais de 30 mil famílias vivendo da produção do leite em Rondônia. Muitas estão trocando a produção leiteira por uma outra mais rentável, mas isso também não é a opção para todos, pois também implica custos.

O senador lembrou que Rondônia é um dos maiores produtores de leite do país, no sétimo lugar no ranking nacional de produção. Anualmente, são produzidos 720 milhões de litros de leite no estado, informou.

Fonte: Agência Senado

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA