Alecrim Dourado completa 14 anos

No dia 2 de janeiro de 2008 nascia em Cacoal o Centro Educacional Alecrim Dourado (CEAD). O projeto foi idealizado pela educadora Elizabete Maria de Jesus Souza, atual diretora e proprietária da instituição. Filhas e netas de professoras, Elizabete e suas três irmãs também escolheram a área da educação como projeto de vida. “Me lembro da minha mãe dando aula, na sala da nossa casa, em Minas Gerais”, conta Elizabete.

O CEAD iniciou suas atividades há 14 anos, atendendo crianças de 1 ano e 6 meses a 6 anos de idade. Em 2014, implantou o Ensino Fundamental. Atualmente atende alunos da Educação Infantil e do 1° ao 9° ano. “Atendendo a pedido dos pais, fomos implantando as séries seguintes, conforme as crianças iam crescendo, explica a diretora. Em 2018 a escola passou a funcionar em sede própria.

O material utilizado pelo CEAD é a plataforma SAS, considerada uma das mais completas do país. Entre seus diferenciais está a sessão Mais atitude, que visa preparar o aluno para os temas atuais do dia a dia.

15 alunos por sala
Segundo a diretora, o principal objetivo do CEAD é o de oferecer uma educação humanizada, trabalhando o aluno de forma integral, abrangendo os quatro aspectos básicos do desenvolvimento, que são o cognitivo, o afetivo, o social e o psicomotor. Além do conteúdo normal da grade curricular, a escola oferece aulas de xadrez, judô, balé, jazz e ginástica rítmica. Há ainda atendimento no contraturno com oficinas de leitura e do Eureca, além de tarefas monitoradas.

As salas de aula do CEAD atendem no máximo 15 alunos por turma, facilitando a aprendizagem. “Esse número dá condições de trabalho para o professor, que consegue ouvir e acompanhar o desenvolvimento de cada um, enquanto o aluno tem a liberdade para participar ativamente da aula”, explicou a diretora.
A diretora afirmou que entre os principais diferenciais da escola está o de oferecer um atendimento individualizado. “Nosso maior zelo é para que a criança sinta que não é mais uma e que sua responsabilidade não é acompanhar o grupo, mas sim desenvolver as suas possibilidades dentro dos seus limites”, disse a diretora, acrescentando que a ideia é possibilitar que o aluno olhe para a vida em sua totalidade.

As emoções também contam
Segundo a diretora, no CEAD as emoções também contam. O objetivo é fazer com que o aluno receba uma educação de qualidade num ambiente acolhedor, para que ele se desenvolva de forma natural, conquistando uma formação saudável.

O dia a dia na escola conta também com o acompanhamento de uma psicóloga, que desenvolve diversas oficinas sobre temas comuns entre os estudantes. “Um de nossos grandes diferenciais é olhar para as emoções da criança e do adolescente, porque não compensa nenhuma carga que custe essa formação saudável, então nós somos uma escola muito comprometida com o desenvolvimento do aluno, mas queremos que isso aconteça de forma natural, sem sofrimento, sem peso, sem competições, queremos que esse aluno simplesmente acredite no potencial que há nele”, afirmou a diretora.

Texto: Eli Batista – Assessora de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui