Operação aponta suposta corrupção e falsificação de documentos para facilitar transporte de bovinos em RO

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio das Delegacia Especializada a Furtos e Patrimônios – DERF de Ji-Paraná e da Delegacia Regional de Vilhena, em Operação integrada com a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia- IDARON, por meio de sua Presidência e Corregedoria, deflagraram a Operação “Hematófagos” em combate à corrupção e falsificação de documentos.

As investigações foram presididas pela Delegacia Regional de Vilhena e apontaram indícios de que funcionários da IDARON falsificaram documentos para facilitar a entrada/saída de bovinos no estado.

Na manhã desta quinta-feira (17/06), os investigadores cumpriram mandados de buscas e ordens de afastamento da função a servidores do IDARON, nos municípios de Jaru, Theobroma e Porto Velho.

O nome da operação Hematófagos refere-se as características dos pequenos aracnídeos que aderem ao hospedeiro por tempo prolongado e atuam em bois. Desta forma, os agentes enriqueciam indevidamente a custa dos crimes contra a administração pública.

Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui